Arquivos de Categoria: Novidades

Reunião da Associação (Abril)

Neste sábado (29),  foi realizada a nossa reunião mensal dos associados. O encontro, que ocorreu no Galpão da Applaj, contou com uma programação diversificada para aqueles que estiveram presentes. Um desses momentos, foi a conversa sobre o autor Machado de Assis, mediada por Carlos Adauto Vieira, o Charlot. Conhecedor da obra do mais prestigiado escritor nacional, Charlot trouxe informações sobre a vida e obra de Machado, assim como especulações sobre seu livro mais conhecido, Dom Casmurro. 

Outra atividade realizada foi a Oficina sobre o uso da vírgula e dos porquês, ministrada pela associada Mariane Eggert de Figueiredo. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas comuns aos leitores e escritores, a ação contou com exercícios e troca de ideias sobre o uso na escrita. Por fim, o presidente da Associação das Letras, deu os informativos e agenda de programações de eventos em que os associados vão estar presentes. Para saber mais informações, que em breve divulgaremos em nosso site e redes sociais.

Confira a seguir alguns dos registros desse encontro:

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Voo das Letras”

O projeto “Voo das Letras” consiste na troca de livros entre leitores, através de pontos de rodízio, sendo que os 11 primeiros livros da caixa serão ofertados pela Associação para que se dê o Start no troca-troca. O lançamento do projeto é hoje, às 19 h, no CEU Mestre Manequinha, no município de Jaraguá do Sul e ele não seria possível sem a parceria de nossos apoiadores, aos quais agradecemos muitíssimo;

– Baguette Café e Confeitaria
– Bodega do Richter
– Coletivo 73 Café e Quituteria
– Ferrazza Café & Bar
– GATS Grupo de Teatro
– Naturart Produtos Naturais
– Petit Jardin Café e Bistro
– Restaurante Califórnia
– Restaurante Itajara

O projeto-piloto será lançado no evento de Lançamento da Antologia do 1º Prêmio IFSC de Literatura, que contempla textos de quatro de nossos associados; Ana Janete Pedri, Elaine Santos Correa, Josemeri Coelho e Rita de Cássia Alves. Agradecemos também a parceria desta renomada Instituição e do coordenador do Prêmio Rodrigo Domit.

O evento será aberto à comunidade e as duzentas primeiras pessoas a comparecerem ganharão o exemplar da antologia.

Participe!

Texto: Josemeri Coelho

Ciranda Literária – Jaraguá do Sul

A associada Ana Simões participou, na última segunda-feira, da Ciranda Literária Especial de Jaraguá do Sul.
Como de costume, a Ciranda aconteceu na Biblioteca Pública Municipal Ruy Barbosa, e contou com uma programação especial referente ao mês de março, lembrado por ser um mês de reflexões, lutas e comemorações pelos direitos das mulheres. Essa edição contou com escritoras de diferentes gerações e reuniu 21 participantes. 

Confira alguns dos registros da Ciranda: 

 

 

Loja Virtual da Associação das Letras

 

Olá, caros associados e leitores do site!

Vocês sabiam que os livros publicados pela Associação das Letras também estão disponíveis para a compra online? Nossas publicações estão disponíveis no Mercado Shops, com um preço bacana para todos os leitores. Veja algumas sugestões a seguir: 

*Para ser direcionado a loja virtual, basta clicar nas capas dos livros

A Antologia Rede das Letras, publicada em 2015, que reúne crônicas, contos, poesias e textos de nossos associados, por R$ 20,00. 

 

 

A Antologia Saganossa, Outras Histórias, publicada em 2015, uma coletânea de contos, poesias e crônicas de nossos associados, também por R$ 20,00.

 

 

O primeiro volume da coletânea Saganossa, publicado em 2014, por R$ 20,00.

 

 

 

Cada uma das 4 Miniantologias “Letras Associadas” lançadas pela Associação das Letras custa R$ 10,00. Mas se você aproveitar a promoção, pode levar todas por apenas R$ 30,00.

 

 

 

Então, vamos aproveitar? Lembrando que aceitamos diversas formas de pagamento, é bem tranquilo. Confira e mostre para seus amigos e familiares, lembre-se um livro é sempre um ótimo presente!!!

 

 

 

Lançamento – “Nove Meses e Quarenta Minutos”

Nesta quarta-feira (8 de março), o escritor associado João Borges lança seu livro “Nove Meses e Quarenta Minutos”. O evento acontece na Livrarias Curitiba do Shopping Mueller, a partir das 19h. Para aqueles que não conseguirem comparecer, uma proposta: o evento será transmitido ao vivo pela página do escritor no Facebook.

(https://www.facebook.com/EscritorJBorges/)

Confira a sinopse do livro:

Amanda é uma jovem que viveu intensamente todos os sentimentos próprios da infância e juventude. Na fase adulta ela descobre que todos os dramas, angústias e tristezas que vivera eram apenas preparação para algo muito maior que viria. Ela seria mãe, porém teria uma gestação de altíssimo risco. Ela e o marido precisavam decidir sobre o futuro daquela gestação. Abortar? Levar a gestação à frente? Como assumir os riscos, independente da decisão a ser tomada? 

Compareça ao evento e não se esqueça de convidar amigos e familiares para celebrar mais um lançamento literário na cidade!

“Como Produzir e Vender Seus Livros”

Ontem (2 de março), a Mesa Redonda “Como Produzir e Vender Seus Livros”, reuniu escritores da cidade e região para conversar sobre o mercado editorial e quais os desafios em publicar seus títulos, na Sociedade Harmonia Lyra.

Mediados por Donald Malschitzky, presidente da Associação das Letras, os autores Milton Maciel, David Gonçalves, Jura Arruda e Bernadéte Costa contaram um pouco da sua trajetória pessoal, a rotina como escritores e divulgadores de suas obras e produção independente.

O público pode interagir com os convidados e tirar suas dúvidas sobre a publicação e venda de livros.  Um dos temas debatidos foi o desenvolvimento de um público leitor. David Gonçalves comentou sobre a necessidade da expansão além da cidade ou região onde se vive, e que vende ideias através de seus livros.

Convidado com frequência para palestras, ele afirma que a inclui seus livros no pacote de inscrição desses eventos. “Eu converso com os organizadores que incluam o valor do meu livro a ser repassado ao custo que o público irá pagar para participar do evento . Quando as pessoas vão às minhas palestras, já recebem o livro como garantia e se por acaso não lerem, com certeza eles repassam, e o livro entra em circulação”, argumenta David. 

O escritor Milton Maciel parte de outra premissa: a autoprodução literária e a venda de seus títulos pela internet e apenas em eventos que participa, sendo ele mesmo responsável por publicar e levar suas obras ao encontro do público. “Há muito mais locais do que livrarias para se vender seus livros. Normalmente só uso esse espaço para o lançamento, depois, vendo conforme demanda e interesse do público”, ressalta o autor, que edita seus livros de maneira particular. Milton ressaltou que os livros de não-ficção vendem mais que os simplesmente literários e mesmo na fantasia, ele busca elementos históricos ou espaços reais para tornar suas narrativas mais atraentes ao olhar do leitor.

Ainda na área da produção independente, Bernadéte Costa explicou como funciona o trabalho em sua própria editora, a Manuscritos. O destaque segundo ela é o respeito à obra do autor. Se hoje boa parte das editoras toma o direito autoral da obra para si e muda o formato da obra, fazendo do jeito que querem,  o diferencial da Manuscritos é o respeito ao autor. “Nós realizamos um trabalho de assessoria com o escritor, orientando os passos que devem ser feitos, e se ele deseja publicar seu livro conosco, respeitamos os desejos dele, desde a história, diagramação, capa, e tudo mais, ele sempre está presente nessas decisões editoriais”, completa. 

Jura Arruda, que nos últimos anos se dedica inteiramente ao seu trabalho literário, contou sobre sua trajetória na literatura infantil. O autor costuma ser convidado para conversar com os alunos nas escolas e lá mesmo, onde vende seus livros, também recebe novas ideias para produzir em suas obras. Arruda também concorda com David quanto a expansão além da cidade ou do estado. “Pouco tempo atrás, estive no Nordeste divulgando meu trabalho. E o resultado foi ótimo. No Sudeste, por exemplo, meus livros estão nas prateleiras das livrarias. Claro, poucas edições, escondidas de autores mais conhecidos, mas seu nome está lá, e nessa carreira, é muito importante ter seu nome visto em outros locais, isso dá bastante resultado”, conclui o autor. 

Jura também falou sobre a oportunidade de se passar uma mensagem ou um conteúdo didático através das histórias infantis, destacando a importância do lúdico como ferramenta facilitadora no processo de aprendizado das crianças. O evento também contou com a participação do público, que pode levantar direcionou perguntas aos convidados. Após a mesa-redonda os participantes serviram-se de um coquetel oferecido pela Academia Joinvilense de Letras.

Confira alguns registros do evento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Mateus Pereira 

%d blogueiros gostam disto: