Um arrastão de amor às letras

“Não tenho experiência de contato com alunos em sala de aula, para mim,  foi tudo novo, vejam o que escreveram”, transborda de entusiasmo João Borges, mostrando cartas carinhosas escritas pelos alunos. “Capim” conta que não conteve as lágrimas quando um aluno cego, de 16 anos, declamou um poema que aprendera ali, na sala, murmurado por […]